Minhocão

O vereador Caio Miranda é a principal voz contra a construção do parque Minhocão, sendo favorável ao desmonte da estrutura e revitalização de toda a área por ser a melhor opção para a população.

 ● O atual plano da Prefeitura de São Paulo é gastar mais de R$ 30 milhões para colocar e retirar, semanalmente, vasos e bancos em uma estrutura que claramente está comprometida.

● A prefeitura não apresenta laudo técnico que garanta a integridade da estrutura, que está com 50 anos, mesmo tempo dos viadutos que desabaram em 2019, ou seja, há o risco de desperdício gasto de dinheiro público.

●Com o desmonte da estrutura, toda a região será revitalizada e voltará a ser reconectar os bairros no chão. O parque pode ser construído no chão, de forma muito melhor, com árvores.

● Existem parques bem próximos, entre eles o da Água Branca. São mais de 100 parques na cidade, muitos sem verba adequada destinada para a manutenção e preservação. Se a Prefeitura não consegue manter os parques, como conseguirá construir e manter mais um?

● Pesquisa do Laboratório de Poluição Atmosférica Experimental da Faculdade de Medicina da USP atesta que as pessoas ao redor e embaixo do Minhocão respiram 79% de poluição a mais que a média da cidade por causa do tampão formado pelo viaduto.